20 de janeiro de 2015

Série Revelações




Eu tenho medo de escrever.

É isso mesmo. Eu tenho medo de escrever e embora essa não seja a minha primeira oficial revelação, eu achei melhor já falar logo sobre isso.

Eu amo escrever e ao mesmo tempo morro de medo de fazê-lo. Não sei porque. Talvez seja porque eu sei o tipo de leitura que eu gosto e não aceitaria escrever nada menos do que o que eu mesma gostaria de ler.

Talvez seja porque eu não sei a reação que as pessoas vão ter ao lerem o que escrevi ou talvez tenha a ver com as muitas outras revelações que vou fazer aqui no blog. Não sei.

Muitas pessoas que não me conhecem pessoalmente, que só me conhecem através desse blog, redes sociais ou de me verem em reuniões ou até mesmo da igreja, podem ter a ideia errada de que eu tenho tudo direitinho na minha vida, que a minha vida é maravilhosa, que eu quase não cometo erros ou que sou muito sábia (não sei se alguém realmente pensa assim, mas em todo caso kkk).

Assim como sobre os filmes que eu escrevo, a realidade não poderia estar mais longe da verdade e é por isso que eu decidi começar essa série aqui no blog.

Pra mim é mais fácil aprender algo através das experiências de uma pessoa. Por exemplo, se uma amiga minha fala sobre todas as suas conquistas e como a sua vida é melhor e bem diferente do que era antes, eu fico feliz e celebro com ela mas ali acaba aquela história. Mas se ela me conta sobre as suas lutas, de como foi difícil pra ela e sobre as vezes em que ela errou, eu te digo, ela terá a minha atenção absoluta pois essa é a realidade das coisas. E é com isso que eu me identifico.

Não é por isso que a maioria das pessoas amam assistir filmes baseados em histórias reais? Elas querem algo verdadeiro, algo mais do que simplesmente uma história bonita e comovente. Elas querem algo que possam usar em suas próprias vidas.

Eu sei que eu não sou perfeita e embora eu gostaria muito que esse fosse o caso, muitas vezes eu não acerto. Eu cometi muitos erros, decidi errado muitas vezes, fiquei parada quando deveria ter me movido e fui em frente quando não deveria ter feito nada. Eu tive dias maravilhosos e tive dias maus e tenebrosos. E compartilhando as minhas experiências com você, eu espero que você possa aprender algo, qualquer coisa por menor que seja, que você possa usar na sua vida.

É impossível falar sobre as coisas que aprendi sem falar das pessoas que me ensinaram, por isso, eu estarei falando sobre algumas das minhas amigas (elas não sabem hehehe).

Mas voltando ao começo, eu tenho medo de escrever. Até agora eu já escrevi 4 peças teatrais, um livro e vários posts no blog e até hoje eu sinto um frio na barriga toda vez que eu sei que tenho que escrever. Eu me sinto mal com isso? Já não deveria ter vencido esse medo? Sim e sim, mas isso não interessa. O que interessa é que eu escrevo independente de como me sinto. Eu venço o meu medo todas as vezes que sento na frente do meu computador e começo a digitar.

É assim quevocê vence o medo. Embora 90% de você te diga que você não pode, que não é capaz, você faz mesmo assim. Você não espera se sentir corajoso. Você se comporta corajosamente e em breve vai descobrir que não precisa sentir nada. Você só precisa crer.

Então fiquem ligados aqui no blog para a minha primeira oficial Revelação. Eu chamo esse episódio da minha vida de: “O Beijo da Revelação” O_o

Então até terça que vem ;)


* No “Beijo da Revelação” eu falo sobre uma amiga minha que sem saber, teve um papel importantíssimo no começo da minha mudança. E embora eu não possa revelar seu nome ainda, eu creio que alguns de vocês a conhecem. Aqui vai uma pista... ela é linda, tem cabelo longo preto, também tem um blog e estava em uma das fotos recentes no meu Instagram. Consegue adivinhar quem é?


9 comentários:

  1. Sempre gostei de ler o que você escreve e aqui já me identifiquei de início com o fato de que: Eu também amo escrever e ao mesmo tempo morro de medo de fazê-lo.
    Fiquei aqui imaginando a sua série Revelações como um daqueles filmes que fico na maior expectativa para assistir, uma história real com experiências que terão sempre algo para ensinar...e ainda um toque de mistério no ar para deixar ainda melhor rs... :) Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Que bacana D.Rapha!
    Amei essa nova série!
    Quanto a amiga eu creio que é dna Nanda rsrsr
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. D. Rapha essa fotinha ficou um máximo hahaha!
    Parece até capa de filme kkk
    A amiga com certeza é a d. Nanda.
    Bjs :P

    ResponderExcluir
  4. Oi dona rafa! É a Aline, lembra de mim? Então que bom que a senhora voltou a escrever, pois eu estava com saudade ;) Vou acompanhar esta serie, pq creio que vou aprender mto! Abraço forte :)

    ResponderExcluir
  5. Eu já recebi deste post ! A experiência da vida real e a que fica como exemplo e na hora h es a que nos lembra que podemos! Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Eeeee vou ficar ligadinha! Acho que é a Nanda!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Venho aqui lhe convidar para http://www.mixrede.com
    O Mix Rede Afiliados Paga de R$2,00 a R$9,00 Por 1000 visualizações
    Banner Flutuante de R$0,75 a R$5,50 Por 1000 visualizações
    Pagamento mínimo de R$50,00
    Pagamento via PagSeguro o Conta Bancaria sempre dia 10 de cada mês

    ResponderExcluir