18 de janeiro de 2012

Histórias Cruzadas - Análise de uma seguidora


Essa é a linda Bruna. Ela tem sido uma seguidora fiel  do meu blog desde que eu comecei a escrever. Ela recomendou esse filme pra mim o ano passado quando eu ainda não havia assistido e então eu pedi que ela escrevesse uma análise sobre ele e aqui está o que ela tem pra dizer:

Nos anos 60 as mulheres se casavam e com uma marido vinham os filhos e com os filhos, a necessidade de uma empregada...

As mulheres negras naquela época tinham que cuidar dos filhos de seus patrões desde que eram bebês até se tornarem adultos, se casarem e terem suas próprias empregadas. As mães não cuidavam de seus filhos mas jogavam essa responsabilidade em suas empregadas, junto com toda a limpeza e manutenção da casa.

Porém, a nossa personagem principal aqui chamada Skeeter (Emma Stone), é uma mulher de 20 anos solteira que é vista por sua mãe e suas amigas como alguém que não se encaixa nas regras da sociedade da época. Ela não era casada e não tinha filhos porque ao invés de seguir o que todo mundo fazia, escolheu estudar e ser uma escritora. 

A história fica ainda mais interessante quando Skeeter volta da universidade e descobre que a empregada que a criou e cuidou melhor do que sua própria mãe não trabalha mais em sua casa. Depois disso ela começa a observar mais como as mulheres negras eram tratadas e percebendo como suas vidas eram de verdade, ela começa a escrever um livro baseado no ponto de vista das empregadas da cidade. 

Esse filme é muito inspirador. Ele nos mostra que não devemos ter medo de defender o que é certo.

Nós vemos no filme como as empregadas tinham medo de contar suas histórias, temendo a punição que isso poderia trazer. Mas através de sua atitude, Skeeter mostra que ninguém deve ter medo de ser diferente e fazer a diferença, independente de sua cor, cultura ou criação.

A Emma Stone fez um ótimo trabalho como uma moça que vai contra a correnteza e que não aceita as regras e conceitos de uma sociedade onde a cor da pele de uma pessoa ditava como ela deveria ser tratada, o que ela tinha e como ela vivia.   

Eu com certeza recomendo esse filme; ele tem algo pra dar e a história é verdadeiramente cativante.


Eu concordo 100% com você Bruna! Esse filme é muito bom sem contar que é muito engraçado! Eu me diverti muito assistindo.
Eu só não concordei com o que o namorado fez. Ele foi um idiota...

6 comentários:

  1. Não assisti ainda ,mas já vou por na minha lista para assistir após dia 21/01/12. E com certeza vou apreciar ,assim que assisti volto para dar minha opinião .Bjnhos as duas!

    ResponderExcluir
  2. Vai entrar na minha listinha de filmes! :-) :-)

    ResponderExcluir
  3. É impressão minha ou o Histórias Cruzadas está e cartaz no Brasil? Aqui já está em DVD rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Wow Assisti semana passada esse filme,eu simplesmente amei............ e odie ao ver pessoas tão mesquinhas nesse filme, que por sua vez tiveram o que mereceram, ao mesmo tempo foi divertido, como por exemplo a deliciosa torta de chocolate rsrs ECA rsrs, mais a história que esse filme trás é muito boa, todos somos iguais, e temos que ter direitos iguais independente de nossa raça, religião ou trabalho que executamos.... Amei o filme.
    PS. Concordo plenamente dona Rapha o namorado da Skeeter foi me desculpe a palavra um bundão, mais sabiamos que uma mulher como ela não poderia ter ao seu lado um garoto.
    Amei o filme e recomendo....

    ResponderExcluir
  5. Esse filme nos faz pensar... realmente inspirador. Emma Stone radiante, a parte do namorado realmente deu raiva, que cara idiota rsrs... Recomendo o filme..

    ResponderExcluir