29 de novembro de 2011

Gigantes de Aço



Não tem tido nenhum filme bom pra assistir ultimamente e então sem muita opção, meu marido me levou pra assistir Gigantes de Aço.
Eu não estava muito animada porque, cá pra nós, robôs lutando box? Que chato…
Mas eu gostei muito!
É a história de um homem que depois de tomar todo tipo de decisões erradas na vida, se depara com a realidade de quem ele realmente é, um derrotado. Quando as coisas não podiam piorar mais, ele descobre que a namorada que teve há 10 anos atrás morreu e deixou o filho que ele rejeitou e com quem nunca se importou, sem pai ou mãe. Sem dinheiro, sem esperanças de um futuro melhor, sem a chance de consertar tudo o que fez de errado… será que a presença de seu filho pode mudar a maneira como vê a vida?
Você sai do cinema pensando no quão importante é a presença do pai na vida do filho e quão devastador pode ser quando o pai é ausente.
Eu recomendo esse filme para a toda a família; esse é do tipo que você pode levar os seus filhos pra assistir! E enquanto a história entre pai e filho se desenrola, você até começa a gostar das lutas entre os robôs… pode confiar rsrs

2 comentários:

  1. irei assistir me parece bem interessante beijos doa Raphaela ;)

    ResponderExcluir
  2. Eu assisti ontem esse filme 22/01/2012 rsrs
    Já tinha lido o post e achava chato esse filme por isso nemme esforcei para ir ao cinema em sua estréia aqui no Brasil,e quando decido,por forças maiores e abençoadas,não pude assistir rsrsr.
    Más ontem ao assistir confesso amei Dona Rapha,tiveram momentos que até chorei rsrrs.
    A parte em que o menino (Max) pede a ele para lutar por ele, foi a melhor, e mesmo não ganhando a luta final entre robôs que até agora não acredito mesmo que gostei dessas lutas rsrrs eles mostrarão que unidos são mais fortes, que lutando se conquista honra, e nós temos que ser assim na vida lutar acima de tudo nunca abaixar a cabeça para os problemas, pois eles podem parecer forte como o Robô Zeus, mais todo problema tem uma fraqueza e é essa fraqueza dele que tenho que usar para lutar e vencer, não no meu desespero e choro, mostrar a ela as minhas fraquezas...
    Amei o filme e recomendo...
    Beijinhos... =)

    ResponderExcluir