27 de dezembro de 2010

Amor de Filme


'Se os seus sentimentos ainda são como eram em Abril, fale agora. O meu desejo e afeição não mudaram, mas uma palavra sua e me calarei para sempre. Se, porém os seus sentimentos mudaram, eu tenho que lhe dizer: Você me enfeitiçou, corpo e alma, e eu amo, eu amo, eu amo você! A partir desse momento eu nunca mais quero me separar de você.'

Ai gente! Eu tenho que dizer que quando ouvi isso no filme Orgulho e Preconceito, eu simplesmente me derreti! Eu achei tão lindo, tão comovente, tão romântico.

Eu costumava me perguntar como seria ter alguém que me amasse tanto assim, como seria ser coberta de palavras bonitas e ser capaz de ver nos olhos dele o amor que tinha guardado somente pra mim. Mas não é assim que muitas garotas também pensam?

Você consegue até imaginar aquele garoto lindo que você sempre gostou chegando até você. Ele vem e diz que precisa conversar urgentemente e antes que você consiga entender o que está acontecendo e sobre o que ele quer falar, ele começa a dizer o quanto te ama...

Isso não seria lindo?

Pois é, é isso que acontece quando assistimos filmes de romance, eles nos mostram que o relacionamento entre duas pessoas é perfeito, mágico, cheio de romance, palavras bonitas, ser feliz, se apaixonar, amar a pessoa dos seus sonhos e ser correspondida. Amor que dura pra sempre, que a distância não consegue separar e que o tempo não consegue matar... que aconteça o que acontecer, vocês ficarão juntos no final. Se vocês são um pro outro, então vencerão todos os obstáculos.

E embora tudo isso pareça maravilhoso, eu tenho que te dizer que não é bem assim que a coisa funciona.

O amor que vemos nos filmes são apenas uma versão faz de conta de um amor centrado em si próprio, nesse caso na pessoa que está assistindo. A maioria das garotas gostam de filmes de romance porque gostariam de receber aquele mesmo tipo de amor e devoção, elas gostariam de ser amadas com aquela mesma intensidade.

Basicamente, você quer receber, você quer viver experiências, você quer alguém que te ame, que cuide de você que te faça feliz. Você, você, você...

Quantas mulheres se sentem tristes, frustradas e simplesmente desesperadas logo depois de assistir um romance? E por quê? Porque elas estão pensando em si mesmas, estão pensando em suas necessidades, seus sonhos, suas expectativas. Elas querem encontrar alguém que proporcione tudo isso pra elas.

Mas como pode isso ser amor de verdade? Como pode o amor ser sobre um pessoa somente? Como pode o amor ser tão egoísta?

Não pode! Não é! O amor não é tirar vantagem da outra pessoa, não é sobre o que ela tem pra te oferecer, é sobre o que você tem pra acrescentar na vida dela. É se você tem o que é preciso pra fazer a outra pessoa feliz ou não. Não é sobre você!

Se você quer experimentar o amor de verdade, não vá pelo o que você vê nos filmes ou lê em livros. Essa é uma expectativa muito injusta sobre a outra pessoa, ele não vai ser perfeito assim como você também não é perfeita.

Então, assista filmes de romance se você gosta, mas não baseie as suas futuras expectativas nesses filmes. Se assim você fizer, tudo o que eu posso dizer é coitado do seu namorado! E coitada de você também...

P.S.: Já dá até pra ver algumas meninas usando essa postagem como desculpa pra aceitar qualquer um que aparecer ou pra continuar com alguém que não faz bem e aí dizer: 'ele não é muito bom pra mim mas não devo me concentrar no que eu posso receber, mas no que eu posso dar'. Distorça as minhas palavras como bem quiser, mas essa postagem não é sobre isso e você sabe!

14 comentários:

  1. Amei o blog e amei este post, muito verdadeiro, muito simples e completo!
    Parabéns! Seguindo!
    =)

    ResponderExcluir
  2. Olha D.Rapha, conheço uma pessoa que decidiu viver a vida real baseada nos contos ficticios. Ela simpelsmente resolveu assumir o papel da personagem na esperança de obter os mesmos beneficios que a garota alcançou no filme, não preciso nem falar o final disso tudo não é? Pois é! Nada de viver ouvindo a voz do coração meninas, amo assistir filmes romanticos, mas confesso que antes de sentar na frente da telinha procuro acionar a minha inteligência!

    Bjinhos D.Rapha!

    ResponderExcluir
  3. concordo dn Rapha e assino embaixo! :-)
    Também amo assistir filmes, gosto muuuuito mesmo e foi uma ótrima idéia fazer um blog sobre isso! parabéns mais uma vez!^:-)
    Vou colocar o blog da sra na minha lista de blogs - no meu blog.
    bjinhos,
    Lu

    ResponderExcluir
  4. Oi dona, olha depois q eu conheci JESUS q eu aprendi o q é amor de VERDADE. Pq antes eu era totalmente assim, eu vivia de filmes, de amores de filmes...Iludida totalmente. E isso me deprimia pq eu sabia q só existia em filmes...
    Qdo eu conheci a Deus, Ele me mostrou q o amor é muito superior a isso.O amor é sacrifício constante, é dar sem pensar em receber..É algo q devemos 1° ter com Deus p/ depois oferecer... É algo único... q filmes, livros e poetas... talvez nunca ouviram falar sobre..

    MAS EXCELENTE.EXCELENTE ESSE BLOG!

    PS. eu adoro esse filme como a maioria das obras de Jane Austen.

    ResponderExcluir
  5. Oii dna. Rapha!!! De fato, são muitas as meninas que pensam estar vivendo dentro de um filme de romance e quando vêem que a realidade é muito diferente, se decepcionam, desesperam-se e ficam até depressivas... Tudo porque aquele príncipe encantado que elas pensavam ser, era um ser humano cheio de falhas e fraquezas que também espera muito delas. Eu acredito que como tudo na nossa vida, o segredo é dar, pois quem dá recebe... Não dar esperando receber, mas pelo prazer de se estar dando e ver o outro feliz por causa da sua atitude. Sim, vejo isso como o amor dado e esperado pelo nosso Deus, o verdadeiro amor... Amei o blog da sra!!!

    Beijinhoos

    Na fé,
    Lourena

    ResponderExcluir
  6. Não podemos perder tempo com uma pessoa que não quer nada. Não podemos dedicarmo-nos a uma pessoa que nos considera apenas uma o~pção.

    Não nso devemos prender ao que nos faz mal. Procuremos alguém que nos ame e a essa pessoa sim, dedicaremos o amor!

    ResponderExcluir
  7. E verdade ,nao podemos nos basear nessas emoçoes e lindo maisssssss a realidade nao é assim ,somente quando estamos confiantes em Deus e com a vida alicerçada Nele tudo dar certo como uma historia real de Amor ,mais com lutas e sacrifícios a final nao somos bonequinhas somos seres humanos , e verdade tambem quando nao queremos enchegar a realidade dos fatos distorcermos as palavras dita incluindo a Propria Palavra de Deus !!
    Beijos Fran Goiania Go
    28/12/2010

    ResponderExcluir
  8. Já chegamos na parte do amor, então o próximo post será sobre outras coisas =)

    Melhor do que toda a orientação do texto é o detalhe que fez toda a diferença: o p.s

    Sempre tem alguém disposto a distorcer orientações bem intencionadas em favor de sua má postura.

    Bises

    ResponderExcluir
  9. é verdade aprimeira vez que eu assiti esse filme achei lindo e romantico e fiquei me imaginado em um cituação parecida agora eu vejo que eu estava totalmente enganada e errada não devemos ser egoistas e pensar só na gente ou achar que aquela mesma cena do filme vai a contecer com voçê tambem devemos cer inteligente e ver que tudo aquilo é só um filme!!! faça a sua hitória não se baseie em um filme
    dona raphaela um grande abraço amei o seu blog
    beijos

    ResponderExcluir
  10. Dona Rafaela!!
    Asenhora não sabe, mas esses dias eu estava pensando exatamente no que esses filmes fazem com a gente. Meu Deus1 é terrível. Ainda mais de você ta sozinha carente... é doloroso e ao memso tempo muito bom assistí-los.
    Mesmo que eu ameeee demais mesmo assistir esse tipo de filme no final sei que não é bem assim.
    Por isso que eu gosto daqules romances que o casal passa por diversos problemas, mas conseguem superar.
    Esperar um homem perefito igual dos filmes é tolice. Mas esperar um homem quase perfeito como eles,é fé porque o verdeiro homem de Deus é como eles... e muitas mulheres não acreditam existir.

    Amei seu Blog Dona Rafaela.
    Deus lhe abençoe!
    Ana Clara Neves
    Fortaleza/Ce.

    ResponderExcluir
  11. Olá Bom dia,

    Eu gostei muito de ler este blog hoje, fala de sentimento puro, ( o que "aprendemos" nesses filmes). Eu gosto muito de assistir filmes, os românticos são meus favoritos, mas é exatamente assim que fazemos ao assistir, fazemos comparações com o Herói do filme, cobranças que não podem ser realizadas, etc. Não é nada justo conosco, que não vamos receber nem com o namorado, marido ou noivo.
    A parte de distorcer também é muito importante, não devemos só por causa disto aceitar qualuer um que aparecer, entregar nas mãos de Deus é a melhor forma, depois observar o caráter e como ele nos trata. Pode não ser o romãntico de Orgulho e Preconceito, mas tratar com repeito e concideração é indispensável.

    Carla Priscilla
    Fortaleza/Ceará

    ResponderExcluir
  12. Lembranças ruins que ficaram no ano que se passou não é bom lembrar, também não é bom ficar pensando e esperando que algo aconteça. Nesse ano novo, se você não tiver atitude de mudar, não vai acontecer nada!

    ResponderExcluir
  13. Dª Rapha, entrei no blog hoje pela primeira vez e deu para perceber o quanto ele vai nos ajudar. Muito obrigada por essa oportunidade de poder compartilhar com agente suas experiências e visões das coisas hoje em dia. Um Beijão pra senhora :) e que Deus a abençoe abundantemente...

    ResponderExcluir
  14. kkkk adorei o P.S no final do post, mas e triste saber que realmente algumas pessoas vão usar isso como desculpa :( .

    ResponderExcluir