7 de fevereiro de 2012

Terça dos bons & velhinhos - Treino para a Vida




Eu não gosto de assistir esportes na televisão, mas gosto muito de filmes que tem a ver com esporte. Eu não entendo nada de Futebol Americano mas amo assistir filmes que mostram os jogos, a mesma coisa com o Baseball e o Basquete... vai entender.

Esse é um filme sobre o time de basquete de uma escola que depois de perder a maioria das partidas na última temporada de jogos, decide contratar o ex-jogador de basquete Ken Carter (interpretado por Samuel L Jackson).

Carter tem muitas táticas diferentes para treinar seus jogadores e uma delas é ensiná-los sobre respeito. Respeito para com os outros e para consigo mesmo. Depois de meses de prática e treinamento pesado, eles aprendem a jogar bem e assim o time começa a ganhar todos os jogos.

Embora essa seja uma parte bem interessante do filme, ela não é a parte que eu gosto mais. O que eu gostei mais nesse filme foi que o técnico não queria somente ter uma temporada bem sucedida no basquete; ele queria ensinar aos seus jogadores que a vida é mais do que o aqui e o agora.

A maioria dos estudantes em sua escola desistiam de estudar, iam para a cadeia ou acabavam mortos e ele queria mudar isso, pelo menos para os jogadores de seu time. Ele faz tudo que pode para mostrar que se escolhessem, eles podiam ter um futuro melhor, podiam ser alguém na vida; que podiam ir pra faculdade e fazer coisas que nunca acreditaram que poderiam.

E a escola toda o admira por causa disso... bem, na verdade não.

Veja bem, quando você está tentando fazer a diferença, você vai enfrentar oposição. Você não é compreendido, é mal-interpretado, julgado e até criticado e isso é exatamente o que acontece com o Ken Carter. Ele estava tentando ajudar mas as pessoas não entenderam dessa forma.

O Treino para a Vida é baseado em uma história real e é provavelmente por isso que eu gosto tanto dele.  

Então se você ainda não assistiu esse filme, deveria. É bem inspirador e está definitivamente na minha lista de favoritos. 

2 comentários:

  1. Na vida o nosso percurso muitas vezes não é compreendido por muita gente, mas o mais importante é termos a cabeça no sitio e sabermos o que estamos a fazer, isto é em todas as árias: Eu pessoalmente não gosto muito de filmes é tudo ficção, e fico quase sempre aborrecido com os filmes que vejo, também pode ser defeito meu em não saber escolher, mas gosto do seu blog. E lhe desejo um resto de boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Antônio, muito obrigada pelo seu comentário. Fiquei feliz! Continue vindo aqui, quem sabe um dias desses eu não consigo te convencer a assistir um dos filmes que recomendo rsrsrs

      Excluir