12 de janeiro de 2011

Por sua culpa



Você já ouviu a música 'Because of you' da Kelly Clarkson?

Ela tem um ritmo legal e de primeira você não entende a mensagem da música. Eu assisti o vídeo clip e ele mostra uma menininha sem saber o que fazer ao assistir seus pais brigarem, depois disso seu pai sai de casa e parece que nunca mais volta. Ela cresce sem o pai e agora, já uma mulher com uma filha, ela diz que por culpa da mãe, sua vida nunca foi o que era pra ter sido. Que por causa da mãe ter deixado o pai sair de casa, ela era infeliz, miserável e com medo de viver a vida.

Eu penso que deve ser muito difícil crescer sem ter um dos pais, deve deixar uma cicatriz que parece nunca fechar. Eu entendo que as pessoas podem ter feito coisas com você que te machucaram de uma maneira indescritível, eu entendo que algumas coisas são quase impossíveis de esquecer. Eu só não entendo a parte de ficar colocando culpa...

Talvez as pessoas e as situações te deram razões pra ser e sentir da maneira como você sente hoje, mas vai mudar alguma coisa ficar culpando essas pessoas? Usá-las como desculpa pra não deixar o seu passado pra trás não vai fazer o seu presente (ou futuro) melhor, vai?

É até conveniente dizer 'Eu sou desse jeito porque você fez isso comigo ou não me deu isso ou aquilo', porque pensando assim, você tem um motivo pra não mudar, pra não lutar por uma vida diferente ou pra ser uma pessoa diferente.

É claro que você tem as suas razões e elas podem ser muito boas, mas o problema é que colocar a culpa nos outros nunca vai mudar a sua vida.

Seja lá o que tenha ou não tenha acontecido no seu passado já era, então se por causa das escolhas de outros você nunca teve uma família, decida que você vai construir a sua própria família e que seus filhos não vão passar pelas mesmas coisas. Se as pessoas foram ruins com você, decida que nunca vai tratar as pessoas do mesmo jeito, se elas te feriram, decida que você vai superar tudo isso.

Não deixe os acontecimentos do passado ou o que foi feito com você no passado ditar quem você é e o que você tem hoje. Os outros podem ter sido responsáveis pelas coisas ruins, mas você é a única que pode fazê-las melhor.

12 comentários:

  1. Oi ! Amei o seu blog,achei muito parecido comigo,fiquei feliz de encontras um blog que fala de muitas coisas que gosto e que ainda a autora serve a um Deus que a inspira ! Esta de parabéns,beijinhos

    ResponderExcluir
  2. É D.Rapha!
    Tenho aprendido que o maior dos fracassados é aquele que culpa os outros pelos seus fracassos, e essa é a verdade. Enquanto que o maior dos vencedores é aquele que teve todas as chances de ser fracassado, mas fez de cada uma dessas chances um trampolim para alcançar a realização dos seus sonhos!

    Bjinhos!

    ResponderExcluir
  3. Fui assistir ao clip e acabei de vê-lo. O legal é que no final ela fez diferente (não repetiu o "erro" da mãe). Acho que é pra isso que serve o que passamos. Pior do que ficar colocando sempre a culpa em alguém é repetir os erros dela.
    A menina do clip viu as consequências e fez diferente. =)
    Fazer o contrário do que fizeram de mal a gente é recompensador.

    ResponderExcluir
  4. Concerteza Dna Rafaela
    Muitas vezes nos culpamos os outros para esconder o nosso lado do erro! Se teu pai não ti deu amor porque usa-lo como motivo para nao amar seu filho? pois isso se torna em longo prazo um ciclo vicioso(de pai para filha, de filha para filho etc) e quem podera dizer que o outro é mais pecador que fulano? e etc...
    Não devemos nunca tornar o erro dos outros em nossos erros! Pois passamos a cria-los sem nos aperceber!

    ResponderExcluir
  5. é verdade, muitos gostam de colocar a culpa em tudo e todos, sendo que se ela está impondo isso as pessoas, ela mesma não está sendo diferente, Dona Rafaela, as coisas podem nunca ter sido boas para aquela mulher mas é como no final do clipe, ela fez diferente, e assim nós temos que fazer para criar novas e melhores pessoas nesse mundo.
    Beijos, parabéns
    Paloma Tavares

    ResponderExcluir
  6. Olá D.Raphaela!!!
    Não perdi meus pais, mas por coisas que minha mãe fez(hoje entendo que foi o mal)tinha muito ódio dela e cheguei em pensar em sua morte.
    Graças a DEUS que me fez arrancar isso de mim

    ResponderExcluir
  7. Amei o clipe, e concordo com a senhora.
    Ela deveria dizer que hoje ela é uma mulher feliz porque aprendeu a fazer diferente de sua mãe, e não colocar a culpa nela...
    Beijos,

    Juliana Lima

    ResponderExcluir
  8. E verdade a algumas musicas que a gente acha o ritmo muito bom, mas quando paramos para ouvir o que diz, humm!!! Gostei do tema: Cresci sem pai e so vi o meu pai pela 1 vez quando tinha 11 porque qd separou se da minha mãe eu ainda era pequena, mas nem por isso culpei a minha mãe, foquei me especialmente nos princípios positivos que ela nos ensinou...hoje sou casada com um homem maravilhoso e luto dia para poder dar o melhor para a minha família assim como a minha mãe fez comigo e em nenhum momento da minha vida lembro me de ter jogado a culpa na minha mãe,ela ensinou nos a amar mesmo ao meu pai e nunca falou coisas negativas sobre ele. Acho que pessoas que culpam outras pessoas por algo que aconteceu são fracas!

    ResponderExcluir
  9. Somente nos mesmos impedimos de sermos o que queremos ser. Colocar a culpa nos outros ou ficar preso a um passado so nos impede de olhar para frente e lutar por uma vida melhor.

    ResponderExcluir